sábado, 4 de julho de 2009

A vida nas mãos do malandro.

De repente você entende que a existencia é um como um fio, um fio de navalha... você precisa afiar para que faça sentido, mas quanto mais afiada, mais perigosa ela se torna.

5 comentários:

Rodrigo Caldas disse...

ntretao se não aframs essa navalha, ela fica cega, torna-se imprestável. e o pior. o malandroperde 50% do seu charme, restando lhe apenas o bom e velho chapéu panamá. aí cabe a escolha. vivr como meio malandro ou manter a navalha afiada edesfrutar da malandragem por completo... ou ainda jogar tudo fora e fugir pra Atafona... ou embarcar numa eterna nave cor de rosa bichamente cercada por meninas e soldadinho vermelho e azul enquanto espera ser aceito em Hogwarts.... podemos viver com morcegos numa caverna usand colante e convivendo comsemideuses qu se comunicam com balões, enfim... tanta bobage nesse copmentário é só pra dizer que a vida é cheia de possibilidades.

ta.ta.mires disse...

Eu continuo esperando minha coruja me convocando pra Hogwart, mas espero com minha navalha afiada!!!

Draco dormiens nunquan titilandus

Rodrigo Caldas disse...

e eu ainda queo s Paquita... mas tb afiaria a navalha

yuri disse...

e quanto mias afiada, maior a probabilidade de nos machucarmos, ou ao outro... quem sabe ate matar.. profundo isso hein! =)

Marcelo Baère disse...

Perspicaz, essas sua conclusão...
é exatamente assim que é.
A merda é que a galera em geral não sabe afiar.
E 90% das pessoas joga fora a navalha pra usar uma faquinha de pão mais cega que todo o instituto perto da nossa faculdade junto.